Como você acha tempo para isso tudo?

“Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.”

Dalai Lama

Outro dia um amigo me perguntou como encontro tempo para tanta coisa.

No trabalho, além da rotina das 9 às 6 h., coordeno o trabalho de equipes em diferentes fusos horários. Quando chego ao escritório, a equipe da Asia está quase terminando seu dia, e quando estou de saída, a equipe de Tijuana está apenas começando sua jornada.

Em casa, tem o tempo com a família até as meninas dormirem – elas dormem cedo, lá pelas oito e meia da noite – e depois um bate-papo ou uma série na TV com minha esposa. E tenho tempo para atender a boa parte das reuniões na escola das meninas, pelo menos para aquelas que considero mais importantes, quaisquer que sejam os critérios que adoto para definir sua importância.

Tenho tempo para tocar baixo ou violão, ensaiar aquela música nova, ler algum livro ou revista.

Tem as aulas de equitação das meninas nos sábados à tarde, tem natação nos domingos pela manhã, e não pouco frequentes são as festas de aniversário dos amigos de escola das meninas nos finais de semana.

E ainda tenho tempo para este blog, para escrever um texto novo por semana, para responder a comentários e mensagens deixadas por leitores como você aqui no blog ou no Facebook.

E quer saber de uma coisa? Não me falta tempo para essas coisas. Não sou de colocar a culpa na falta de tempo para coisas que deixo de fazer. Todos temos as mesmas 24 horas disponíveis em um dia, então cabe a cada um de nós escolher como queremos utilizá-las.

“Lá vem textão falando que todos podemos fazer tudo o que queremos…” – não, meu amigo, não se trata disso não. A gente não pode – e às vezes não deve – fazer tudo o que queremos. Existem limites. Existem imposições, como aquela reunião importante ou aquele horário de pico em que não podemos parar o trabalho nem para ir ao banheiro. Mas pense bem. Mesmo em momentos como esses, as imposições podem estar mais em nossas mentes, ou na maneira com que lidamos com nossas atribuições, ou como lidamos com as outras partes envolvidas, do que nas atribuições de fato.

Às vezes é mais fácil dizer a nossos filhos que não poderemos ir àquela reunião na escola porque temos uma reunião importante no trabalho, do que negociar com nossos chefes sobre nossa participação naquela reunião ser mesmo indispensável, ou mesmo pedir que a reunião seja reagendada para outra data.

Reclamamos da falta tempo com a família, mas não temos o menor problema em avisa-los que chegaremos mais tarde em casa porque marcamos aquele chopinho com os amigos em um bar, porque assim podemos aliviar o stress do trabalho.

Não temos tempo para concluir aquele projeto importante para o futuro da empresa, mas nunca dizemos não a nenhuma reunião às quais somos convidados, mesmo àquelas que, já sabemos muito bem, entraremos mudos e sairemos calados, e passaremos o tempo todo respondendo a emails ou assistindo escondidos a videos de gatos e cachorros no YouTube.

dog-oculos

Você já sabe onde quero chegar, não? Isso mesmo! Escolhas! Todos temos as mesmas 24 horas por dia. O que fazemos com essas mesmas 24 horas depende unicamente de nossas escolhas. E todas escolhas tem consequências!

Se escolhemos passar o dia tomando cerveja no bar da esquina, quando deveríamos estar no trabalho, pode estar certo que seremos demitidos, mais cedo ou mais tarde!

Se escolhemos passar mais tempo em casa, deixando de ir a alguns happy hours com o pessoal do trabalho, nosso relacionamento com a equipe de trabalho se tornará mais impessoal.

Se nos dedicamos a uma religião, passaremos pelo menos uma hora por semana em missas, encontros ou outras formas de celebrações de cunho religioso. Essa hora pode ser aquela que você deixará de ir a um parque, ao seu jogo de futebol com os amigos ou aquela hora a mais na cama nas manhãs de domingo.

Trata-se sempre de escolhas que são unicamente suas. Você deve ser honesto consigo mesmo e definir o que fará mais bem a você, e então não haverá do que reclamar ou se arrepender depois. Você deve escolher sempre aquilo que faça de você alguém mais feliz, mais completo, sem se esquecer das consequências de suas escolhas. Não existe ação sem reação. Isso é o que alguns chamam de “karma”, e “karma” é na verdade algo bem mais simples, bem mais “pé-no-chão”, do que alguns gurus tentam nos explicar. Qualquer coisa que você fizer terá sempre uma consequência, a qual pode voltar para você em uma fração de segundos, ou demorar toda uma eternidade.

Da próxima vez que alguém lhe perguntar “como você encontra tempo para isso?”, espero que você possa explicar, com a certeza de quem vive isso diariamente, que tudo é uma simples questão de escolhas.

Andre L Braga é coach profissional com certificação internacional pelo Instituto Holos, embora não exerça tal função. Atua em finanças em uma multinacional de bebidas não-alcoólicas. Já reclamou muito da falta de tempo para fazer coisas que gosta, fez diversos cursos sobre produtividade e aplicou diferentes técnicas para fazer seu tempo render mais, até que entendeu que ninguém tem mais que 24 horas em um dia. Hoje consegue escolher o que quer fazer, e tem a felicidade de ter uma companheira que ajuda-o na divisão de tarefas em casa, para que todos possam fazer aquilo que os fazem pessoas mais felizes, sem sobrecarregar ou dar menos atenção ao outro. Somos uma dupla de vôlei de praia, não um time de futebol – quem tiver curiosidade, pesquise sobre diferentes tipos de equipe, segundo artigo publicado por Peter Drucker em fevereiro de 1992!

Imagem: Paul em FreeDigitalPhotos.net.

Cachorro – https://forabagunca.wordpress.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.