“… que a fé não costuma faiá …”

“Andá com fé eu vou, que a fé não costuma faiá.”
– Gilberto Gil

Qual o sentido de fé para você? Normalmente associada a religião, a palavra vai muito além do acreditar em Deus ou em algum outro tipo de força superior. Fé pode se referir ao confiar irrestritamente em algo ou em alguém, como o fato de confiarmos na Teoria da Relatividade e na Física Quântica, por exemplo, apesar de tais conceitos não serem facilmente assimilados ou compreendidos por grande parte da população. Pode representar um compromisso assumido à palavra dada, como quando prometemos algo a alguém e esperamos que acreditem em nossa promessa. E existe ainda o uso jurídico do termo, que se refere à credibilidade que deve ser dada a um documento – é aquele “por ser verdade, dou fé”  no final de contratos.

Eu tenho fé na humanidade. Apesar das crescentes demonstrações de intolerância. Apesar de toda violência, seja ela gratuita ou uma resposta à violência social que há séculos assombra as classes menos favorecidas. Apesar da corrupção, do (falso) moralismo, da hipocrisia. Apesar do individualismo que domina a dinâmica social, seja na vida real, seja no mundo virtual.

Ter fé na humanidade é algo que não se pode explicar facilmente, mas ainda assim saber que é a coisa certa a se fazer. Para mim, é a mesma coisa que acreditar em Física Quântica. Cientistas renomados dedicaram anos de estudo para chegarmos ao atual nível de conhecimento sobre o tema, e há demonstrações práticas de que a teoria pode trazer benefícios reais a sociedade. O mesmo pode-se afirmar sobre a humanidade. Gandhi, Martin Luter King, Nelson Mandela, Dalai Lama, Chico Xavier e Madre Teresa são alguns exemplos de pessoas que dedicaram suas vidas ao desenvolvimento de uma sociedade mais humana, e ainda que não possamos compreender totalmente a extensão de seus trabalhos, sabemos reconhecer sua importância para o desenvolvimento de um mundo mais justo e com menos sofrimento. E tem uma legião de incógnitos fazendo isso, agora mesmo, ajudando a criar um mundo mais justo, mais humano, com mais alegria e menos sofrimento.

E o que essas pessoas, sejam elas mundialmente reconhecidas ou incógnitos atores da luta por um mundo melhor, têm em comum? A certeza irrestrita de que lutam pelo que é certo. A força vital que vem do compromisso assumido frente àqueles que decidiram ajudar. Em outras palavras, o que essas pessoas têm em comum é a fé nas causas que abraçaram.

“Sem paixão, o homem é mera força e possibilidade latentes, como a rocha que espera o choque do ferro antes que ela possa mostrar sua faísca.”
– Henri Frederic Amiel

Você já escreveu sua resolução de ano novo? Já sabe quais são seus objetivos para 2018? Se você não tiver fé naquilo que busca, provavelmente irá chegar ao fim do ano com aquele sentimento de frustração, de culpa, de promessas não cumpridas.

Então deixa eu fazer um convite à você. Por que você não acrescenta algo nobre em sua resolução de ano novo? Algo altruísta, algo menos centrado em você, algo dedicado à construção de um mundo melhor, mais justo, mais seguro, mais humano? Que tal ser voluntário em uma ONG ou associação de bairro? Ou arrecadar fundos e alimentos para apoio a desabrigados? Ou então formar um sistema de apoio entre vizinhos, tipo “vigilantes da rua”? Não importa o tamanho e a abrangência de suas ações, o que importa é a fé de que é possível, sim, o desenvolvimento de um mundo mais humano. Acredite na humanidade, porque a gente ainda tem jeito.

Andre L Braga tem formação em Coaching & Mentoring pelo Instituto Holos, embora não exerça profissionalmente tal função. Atua em finanças em uma multinacional de bebidas não-alcoólicas. Este blog é uma das formas que encontrou para ajudar a construir um mundo mais humano.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.