Trecho de entrevista com Gail Dines

Pornland. Um livro de Gail Dines que vale muito a pena ler.

Abaixo, trechos da entrevista que a autora concedeu à Revista Trip.

“Temos na exploração sexual uma questão de gênero, pois são homens comprando crianças e mulheres, e não mulheres comprando homens e crianças.”

“Entrevistei muitos caras presos por violentarem crianças. Olha como acontece: eles começam assistindo aos filmes, mas depois de um tempo começam a se entediar, não os excita mais. Aí, entram em grupos fechados que compartilham fotos e vídeos e têm acesso a conteúdo infantil. Passam a cogitar essa ideia até realizar o estupro. Entre ver e fazer geralmente eles demoram seis meses.”

“Qualquer homem que explora sexualmente mulheres e crianças deveria ir para a prisão. Em países como Islândia e Noruega, a lei pune quem compra, quem vende e inocenta a vítima. A mulher que está na prostituição precisa ser descriminalizada para que não seja presa e fique com a ficha suja, o que dificulta procurar emprego, por exemplo.”

“Um adolescente cresce vendo aquilo e, quando crescer, o que vai querer? Gozar na sua cara, te estrangular e fazer sexo oral de um jeito que te engasgue, como acontece nos filmes.”

O que você acha? A pornografia alimenta o comportamento machista de nossa sociedade? Existe pornografia mais ou menos inofensiva? Comenta ai!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.