Resenha: Quarto 502

Quarto 502
Mia Sardini (@miasardini)

Se este livro tivesse um subtítulo, muito provavelmente seria algo como:
“Quando a realidade é mais aterrorizante que as lendas em seu entorno”

Porque foi assim que me senti ao ler este livro da Mia Sardini: 🥶🥶🥶

Imagine-se num sanatório, nos idos de 1920, recebendo mais e mais doentes, acometidos de enfermidade sobre a qual pouco ou quase nada se conhecia na época. Esse é o cenário REAL descrito, de forma magistral, pela autora. Um sanatório superlotado, cuidando de pacientes com tuberculose, alguns deles abandonados pelos familiares, que sequer retornariam ao local para reclamar seus corpos após suas mortes. A tuberculose era uma espécie de sentença de morte, e aos profissionais que ali trabalhavam, cabia-lhes oferecer aos pacientes uma morte digna e, se possível, com pouco sofrimento. E na ânsia de se tratar, experimentos eram feitos, na busca da cura ou da amenização dos sintomas. Tais experimentos eram tão letais e invasivos quanto a enfermidade em si, e muitos morriam durante tais procedimentos.

Não seria de se estranhar que, num local onde tantos sofreram, tantos morreram, muitos se recusassem a aceitar suas condições e ali permanecessem, perambulando pelo sanatório, após as mortes de seus corpos. E o epicentro da atividade paranormal seria o Quarto 502.

Acreditem, a história narrada pela Mia Sardini é apavorante! Primeiro, porque não é sobre fantasmas, ainda que estes façam parte do enredo, mas sobre o sofrimento em vida, o estresse, o viver no limite. Assim fica fácil imaginar atividades paranormais. Assim fica fácil tornar-se sua própria atividade paranormal.

Guardem muito bem todas as bolas de sua casa, leiam durante o dia e se deixem transportar ao sanatório onde tudo aconteceu. E, se ouvirem um garoto sorrindo, fechem o livro e vão fazer outra coisa qualquer – menos jogar bola, muito menos com o Timmy.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.